Gestão de ArquivosGestão de Conteúdo

Como usar sistemas de DAM para marketing de conteúdo?

By novembro 1, 2018 No Comments
DAM para marketing de conteúdo

Quem é conteudista certamente entende a importância de um sistema DAM para marketing de conteúdo. Afinal de contas, a gestão eficiente de ativos digitais é uma das melhores práticas para os profissionais da área.

Mas de qual maneira o software pode facilitar ações de marketing e qual é, na verdade, o propósito dele quando inserido na rotina empresarial? Se essas são as perguntas que você tem sobre o chamado digital asset management, temos uma boa notícia: as respostas estão logo adiante!

Você está prestes a descobrir:

– O que é um sistema DAM

– Como aplicar um sistema DAM para marketing de conteúdo

Com algumas pitadas extras de informações relevantes e exemplos interessantes, claro! Vamos juntos saber mais sobre o assunto?

Bem, para início de conversa, DAM é uma sigla que representa um termo que, em português, quer dizer gerenciador de ativos digitais. Ou seja, é um programa que armazena, organiza e faz uma gestão completa de conteúdos diversos – vídeos, fotografias, códigos, sites, gráficos, vetores, animações, textos, áudios e demais materiais relacionados.

Devido à transformação digital, as empresas passaram a transformar seus ativos físicos em ativos digitais. Em outras palavras, automatizaram processos e digitalizaram os frutos de sua criatividade, armazenando tudo em nuvem e facilitando a vida de um monte de gente.

Sistemas DAM para marketing de conteúdo: como e por que usar?

A verdade é que estratégias e ações de marketing têm muitas vantagens com a implementação de um software especializado. Apenas para listar algumas, de início podemos citar aumento da produtividade, maior conexão entre a equipe, entregas de qualidade superior, otimização do tempo, economia financeira e mais praticidade nas atividades operacionais.

Para você ter uma ideia, as melhores opções do mercado atualmente permitem buscas inteligentes não só por tags e palavras-chave, mas também pelo conteúdo em si – pesquisando por marcas, cenas, rostos, imagens, locais e figuras específicos. E o melhor: entregando resultados mais assertivos em poucos segundos!

Quando consideramos departamentos de grande porte ou empresas especialmente voltadas à produção de materiais multimídia, conseguir encontrar rapidamente o que procuramos é fundamental para entregar peças mais ricas e relevantes para nosso público.

Podemos dizer que utilizar sistemas DAM para marketing de conteúdo é um oceano de possibilidades. Vamos, agora, ver como é possível adotar práticas inteligentes para realmente aproveitar tudo o que a ferramenta pode trazer para o dia a dia dos marketeiros de plantão.

Gestão de arquivos

Na maioria dos casos, profissionais de marketing dependem de uma infinidade de recursos visuais para concretizar suas tarefas. Um gerenciador de ativos digitais faz a gestão completa desses materiais – do armazenamento à localização de arquivos específicos.

Pense no tempo e na energia que sua equipe investe ao pesquisar por determinadas imagens para compor um novo trabalho. E se você precisasse, por exemplo, encontrar uma fotografia do CEO segurando o troféu da premiação do evento anual de 2003? Ou, então, se a reestruturação da identidade visual de um cliente ocasionasse a troca de logotipo e todos os conteúdos com a marca antiga precisassem ser alterados.

Será que o pente fino funcionaria bem em uma busca manual? Além disso, quanto tempo os colaboradores gastariam até reunir todo o necessário?

Devido à funcionalidade de pesquisas inteligentes, um software DAM para marketing de conteúdo facilitaria – e muito – este processo!

Experiência do cliente

Quando a gestão de arquivos é mais eficiente e menos demorada, fica muito mais fácil produzir campanhas assertivas, realmente focadas no cliente e em suas necessidades.

A ideia global do momento é proporcionar experiências únicas aos consumidores para que o engajamento com a marca aconteça de maneira natural, firmando laços cada vez mais fortes e rentáveis. Somente aqueles que conseguirem conquistar os clientes terão chances de permanecer firmes no mercado.

É por isso que apenas gerar conteúdo não adianta mais. Não basta ter um site, fazer um vídeo e mandar um e-mail marketing.

Um sistema DAM para marketing de conteúdo está preparado para atender a essa demanda, contribuindo para compartilhamentos mais direcionados, versões únicas e sempre atualizadas de arquivos, permissões de acesso remoto, ambiente online colaborativo para a equipe, organização por áreas ou marcas e a conversão facilitada de formatos e tamanhos.

Com processos fáceis e intuitivos, não há dúvidas de que a comunicação com o cliente se torna mais eficaz e personalizada.

Consistência de marca

Muito se fala em branding e não é à toa. O termo já virou jargão importante na rotina das organizações e tem tudo a ver com o tópico abordado acima. Fortalecer a conexão com os clientes é uma conquista que se apresenta a partir da valorização da marca. Isso quer dizer que somente quem admira os valores da sua empresa tem chances de se tornar um consumidor fiel e, consequentemente, fazer propagandas positivas sobre as ações da empresa perante o mercado.

O DAM para marketing de conteúdo também desempenha papel crucial nesse sentido, pois consegue entregar consistência global nas mensagens transmitidas pela marca. E isso não significa apenas que um gerenciador de ativos digitais é indicado a empresas com presença internacional. Sua atuação pode tanto ser local quanto mundial – um gerenciador de qualidade dará conta do recado, adaptando-se quando for preciso.

Imagine que você tem quatro filiais espalhadas no exterior, ou até mesmo unidades menores distribuídas por regiões brasileiras. Se cada gestor decidir fazer o que bem entender, sem respeitar o guarda-chuva corporativo, a tendência é que as ações de marketing se tornem uma completa bagunça – sem padrões, sem controle e, consequentemente, sem resultados palpáveis.

Um software DAM permite que as equipes de marketing de conteúdo acessem e distribuam seus materiais de maneira rápida, prática e segura para qualquer cidade, estado ou país. Não existem fronteiras geográficas, dispositivos específicos, programas determinados ou diferenças de horários que possam impedir essa troca entre os envolvidos no planejamento estratégico de comunicação.

É claro que existem permissões e restrições de acesso aos materiais na nuvem, de acordo com as responsabilidades de cada usuário da ferramenta. Ou seja, somente pessoas autorizadas podem visualizar, comentar, compartilhar e editar conteúdos.

E o melhor: sempre seguindo a identidade visual, o estilo e os valores da organização.

Segundo o Content Marketing Institute, o tipo de mídia gerado por profissionais de marketing mudou nos últimos anos – principalmente devido ao boom da tecnologia. Empresas com diferenciais competitivos perceberam alterações significativas na jornada de consumo das pessoas e, com isso, sentiram a urgente necessidade de adaptar seus conteúdos para superar as expectativas do novo consumidor.

Um estudo organizado pelo instituto revela que 80% dos materiais criados são vídeos, 69% são ilustrações ou fotos, 49% envolvem e-books e whitepapers, e 43% incluem infográficos.

Bem, se o trabalho de redatores, designers, editores, cinegrafistas, fotógrafos, coordenadores, diretores e demais funções do marketing de conteúdo conquistou tamanha visibilidade, a implementação de um sistema DAM para fazer a gestão de todos esses ativos digitais tornou-se obrigatória!