Gestão de ArquivosGestão de Conteúdo

Como organizar a produção de vídeos?

By junho 8, 2018 No Comments
como organizar a produção de vídeos

Se existe uma habilidade indispensável para qualquer empresa produtora de conteúdo é esta: saber como organizar a produção de vídeos. O processo exige programação prévia e um planejamento a ser seguido. Se não for assim, as chances de alguma coisa dar errada no meio do caminho são consideravelmente maiores.

A produção de vídeos de quaisquer tipos e para quaisquer canais ou propósitos segue uma ideia geral em praticamente todos os casos. Webinars, propagandas, filmes, apresentações e até mesmo transmissões ao vivo demandam tempo, dedicação, profissionais especializados e organização.

Dependendo do tamanho do projeto, produções em vídeo envolvem uma infinidade de arquivos: desde o logotipo da empresa que será inserido como marca d’água na edição, até a música que servirá de pano de fundo depois da entrevista com o diretor.

Portanto, não importa o porte da sua empresa, nem o número de funcionários dedicados à criação de conteúdo: para produzir arquivos de vídeo, você precisa se planejar.

Como a organização é a chave para o sucesso dos materiais criados por você, separamos algumas dicas essenciais para otimizar este processo da melhor maneira possível.

Saiba mais sobre como organizar a produção de vídeos:

#1 Envolva a sua equipe

Tudo bem. Cada departamento é único e tem suas próprias responsabilidades. É claro que a produção de materiais ricos provavelmente está diretamente ligada à equipe de marketing ou comunicação da organização. Mas, dependendo do assunto a ser tratado na filmagem, concorda que profissionais de outros departamentos podem ser essenciais?

Faça brainstormings, convide as pessoas certas para discorrer sobre assuntos mais específicos ou técnicos, anote ideias e soluções. Quando abrimos espaço para que outros contribuam com opiniões e sugestões, ampliamos o nosso alcance e conseguimos enxergar com outros olhos.

Trabalhe em conjunto para jogar todas as ideias sobre a mesa, sem medo de errar. Essas reuniões são para isso: filtrar a melhor abordagem dentre tantas. Muitas vezes, uma colocação que parece absurda gera frutos bem interessantes.

#2 Tenha sempre um roteiro

Depois de organizar as ideias do brainstorming e decidir pela melhor abordagem para o seu novo projeto, elabore um roteiro. Por mais simples que o vídeo possa parecer e por mais curto que seja, colocar o planejamento no papel é uma ótima maneira de visualizar o que será preciso para concretizá-lo.

Que tipos de cenários aparecem? Quais são os figurinos? Quantas pessoas farão parte da filmagem? Há microfones para todo mundo? O que será dito, sobre o quê? Existe algum objeto que não pode faltar?

De novo: um bom planejamento faz com que você e seu time invistam tempo e energia em tarefas que realmente importam. Elaborar um roteiro pode parecer uma furada, mas é uma das melhores formas de garantir que nada será esquecido.

#3 Trabalhe com agendamentos

Agora que você já fez uma lista sobre tudo o que será necessário para produzir o seu próximo vídeo, é indispensável programar datas e horários. Trabalhe com agendamentos, informe-se sobre a disponibilidade de todas as pessoas incluídas no projeto.

Existe alguma locação especial? Quando o local estará disponível? No caso de filmagens externas, qual será a previsão do tempo? Se for precisar de luz natural, que horas escurece?

Até mesmo quando trabalhamos com vídeos de um minuto para o YouTube, é necessário planejar. Estipule prazos para tudo: da elaboração do roteiro ao término da edição; de eventuais ensaios e reuniões até o tempo previsto para upload.

Conte sempre com imprevistos. Portanto, nada de agendamentos apertados. Deixe uma brecha para eventualidades.

#4 Adote a tecnologia como aliada

Ao invés de imprimir diversas cópias do mesmo roteiro, compartilhe a versão oficial através de ferramentas como o Google Drive ou Dropbox. Assim, todos os profissionais envolvidos no processo poderão acompanhar alterações de última hora, sugerir edições e acessar todos os documentos de onde estiverem.

Uma agenda na web também é uma maneira de controlar melhor horários e compromissos, seus e dos envolvidos no projeto. Existem gerenciadores de acervos digitais que funcionam totalmente na nuvem, facilitando (e muito) todas as etapas envolvidas na produção de vídeos.

Softwares como o Assetify não apenas armazenam todos os materiais produzidos, como possibilitam pesquisas por palavras-chave, cenas e imagens, trechos de áudios e até rostos específicos!

Já pensou no tempo que um editor economiza quando consegue encontrar, em poucos segundos, todas as cenas nas quais certa pessoa aparece? Ou então quando, com um clique, descobre qual é a minutagem exata daquela frase que buscava para finalizar o vídeo mais recente?

#5 Armazene os materiais com sabedoria

A gestão eficiente de ativos digitais, seja ela na nuvem ou no próprio computador, é essencial assim como a organização das pastas e a distribuição do conteúdo de maneira inteligente.

De nada adianta a empresa contar com apoio tecnológico de ponta, intuitivo e facilitado, quando pastas e arquivos são mal organizados ou distribuídos. Uma fotografia nomeada “IMG34562” não diz muito sobre ela. Não seria melhor nomeá-la de acordo com o projeto ou o conteúdo onde está inserida?

Padronize os nomes de projetos e arquivos, crie uma estrutura de pastas e tenha a certeza de que todos os colaboradores envolvidos sigam o mesmo padrão. Trabalhe com marcadores, camadas ou até cores que facilitem o entendimento do processo.

Em suma, mantenha a casa organizada!

A lista que preparamos não é exatamente um guia de execução, mas certamente pode ajudar você e sua equipe a fazerem uma gestão mais eficaz das produções internas da corporação.

Saber onde está cada arquivo, facilmente acessar todas as informações necessárias e conseguir trabalhar com um esquema intuitivo são ações que facilitam a conclusão de todos os processos envolvidos na produção de vídeos – em menos tempo e com menor esforço.

Agora que você já sabe como organizar a produção de vídeos, um software de gerenciamento de ativos pode ser a saída que você procura! Será que está na hora de considerar a ferramenta? Tira todas as suas dúvidas neste post.